domingo, 31 de março de 2013

Sócrates continua a manipular, ou está esquecido?


Portugal podia ter evitado o pedido de resgate caso o designado PEC IV tivesse sido aprovado na Assembleia da República, como disse José Sócrates na entrevista desta semana?

Não, claramente, não.

Quando o PEC IV foi apresentado, em 11 de março de 2011, para Portugal obter financiamento (empréstimos) nos mercados internacionais, pagava 7,60% de juros, valor acima do que Teixeira dos Santos (Ministro das Finanças) referiu como taxa de juro suportável (7,0%).

http://www.dinheirovivo.pt/Graficos/Detalhe/CIECO127800.html

Sem comentários:

Publicar um comentário