sexta-feira, 8 de julho de 2011

Entrevista a Miguel Guilherme no Jornal i

Gostei de ler a entrevista ao actor Miguel Guilherme no Jornal i. Aliás, o título da entrevista diz (quase) tudo: "Estou-me a cagar para a política cultural"

Pergunta do Jornal i:
Como tem visto as mudanças na política cultural em Portugal? Sempre que vem a crise, lá se sacrifica a cultura.

"A cultura tem de deixar de ser tão mariquinhas. Eu não gosto de choramingões, e há trinta anos que vejo gajos a choramingar e a traírem-se uns aos outros, a andar de punho cerrado e por trás a lamber o cu ao ministro ou ao secretário de Estado. Por isso, sabes o que te digo, eu caguei. Podes mesmo escrever, eu caguei para isso, cago para a política cultural."


Uma coisa parece certa: não iremos ter Miguel Guilherme em futuras manifestações dos designados agentes culturais a reclamar ao Estado mais dinheiro para subsidiar espectáculos tipo "aeroporto de Beja".


Também ao nível da cultura devem existir mudanças significativas, de modo a que seja dado maior apoio às entidades e companhias que mostram um desempenho visível e minimamente quantificável na realização de eventos culturais.

Sem comentários:

Publicar um comentário